DESRATIZAÇÃO: O QUE É E COMO FUNCIONA?

Uma das situações mais indesejadas dentro de um ambiente, seja ele domiciliar ou empresarial, é a infestação de ratos, e uma das maneiras de evitar as infestações é por meio da desratização.

De modo geral, podemos afirmar que a desratização é o método profissional para realizar o controle de pragas, que no caso são os ratos ou outras espécies de roedores.

Nesse sentido, vamos te explicar com detalhes o que é a desratização, como ela funciona, quais os métodos mais utilizados e como evitar infestações em sua casa ou local de trabalho.

O que é desratização?

Primeiramente, vamos falar sobre que seria o processo de desratização e como ele é realizado.

Assim, este processo consiste no método, ou ainda, no conjunto de estratégias pensadas para controlar a infestação de roedores como ratos, ratazanas e até mesmo camundongos, que são as espécies mais comuns nos ambientes urbanos.

Nesse sentido, este método pode ser utilizado em caráter preventivo ou até mesmo curativo. Ou seja: é possível eliminar as pragas já existentes no espaço quanto evitar a formação de colônias, que é o que faz a infestação aumentar.

Contudo, devemos dizer que o primeiro passo para a desratização é verificar os sinais de que existe a infestação no espaço em questão.

 

Como saber se há a infestação de ratos no seu ambiente?

Antes de qualquer coisa, devemos lembrar que os ratos possuem hábitos noturnos, e que possivelmente você não os verá circulando no ambiente durante o dia.

Sendo assim, você pode estar se perguntando: como saber se existem ratos na minha casa ou no espaço onde estou? A resposta para isso é simples: basta observar os seguintes sinais:

 

  • Roeduras em vários tipos de materiais, incluindo papéis, sacolas plásticas, madeiras, concreto, caixas de papelão e quaisquer materiais no espaço onde você está;
  • Manchas escuras nas paredes, móveis e objetos que estão no caminho por onde eles passam, facilitando o processo de identificação do ninho;
  • Barulhos e ruídos agudos, principalmente à noite, que é quando a movimentação fica mais intensa no ninho. Por isso, esteja atento aos ruídos, que podem vir do telhado e até mesmo dos móveis;
  • Pegadas em espaços como depósitos, sótãos, quartos que não são ocupados ou até mesmo aqueles que acumulam muita poeira, sendo possível verificar as marcas das patas devido ao pó;
  • Odores desagradáveis, principalmente se você sentir o cheio bem semelhante ao de amoníaco, conhecido popularmente como a urina dos ratos;
  • Fezes, que podem ter o tamanho variável entre 3mm e 6mm, além de serem cilíndricos e bem escuros, muito comuns embaixo de armários, geladeiras e próximos aos ninhos;
  • Ninhos, que são feitos em materiais como jornais ou papéis velhos, pedaços de tecido, madeira e até mesmo em buracos na parede.

 

Sendo assim, se você nota um ou mais desses sinais, o mais adequado é entrar em contato com uma empresa especializada em desratização.

Estas empresas são extremamente vantajosas pelo fato de que possuem experiência na área e podem lhe ajudar a escolher o melhor método, além de lhe explicar com detalhes sobre como funciona todo o processo.

 

Métodos de desratização

Existem vários métodos e processos que podem ser utilizados na desratização, sendo eles:

 

  • Iscas químicas, que são o método mais comum, onde o roedor ingere o produto aplicado no ambiente e morre alguns dias depois;
  • Iscas adesivas, que são utilizadas em espaços como indústrias químicas e alimentícias, onde o roedor passa sobre a isca e fica grudado ali;
  • Gaiola, que é um método mais emergencial e utilizado em casos de infestações mais graves, indicada para infestações de ratos-pretos.

 

Em todos os casos, é importante saber qual a sua necessidade e como está a situação da infestação, para assim escolher o método mais eficaz.

 

Como funciona a desratização

E por falar em processo de desratização, muitas pessoas têm dúvida de como ele acontece, se são usados venenos, se é necessário desocupar o ambiente por uns dias, dentre outros detalhes.

Nesse sentido, devemos dizer que todo o processo é pensado de acordo com a necessidade do cliente e o tamanho da infestação. Porém, este processo é feito a partir de 03 (três) passos básicos, os quais explicaremos a seguir.

 

Investigação dos pontos de infestação

O primeiro passo do processo de desratização é a investigação dos pontos de infestação, compreendendo a proporção da colônia, sua espécie e onde estão os ninhos.

Esse passo é muito importante para o processo, já que cada espécie possui os seus hábitos próprios, incluindo alimentação e organização da colônia, que são detalhes essenciais para escolher o melhor método de desratização.

A partir dessa observação, serão decididas as quantidades de iscas utilizadas, tal como armadilhas e periodicidade do procedimento, para que ele seja direcionado e muito mais efetivo.

 

Instalação das iscas

Observado o espaço, pontos de infestação e ninhos, é o momento de instalar as iscas e armadilhas ao longo do espaço em questão.

Normalmente, o processo de desratização é realizado de maneira escalonada, ou seja, gradualmente, capturando todos os roedores presentes no ambiente, e por isso, é importante contratar uma empresa especializada.

Além disso, devemos ressaltar que o processo é feito de maneira gradual devido ao ciclo de vida dos roedores, já que os filhotes saem do ninho com alguns dias de vida.

Nesse sentido, é muito comum que os ratos adultos sejam capturados primeiro, e os mais novos ainda permaneçam no ambiente, caso não haja uma periodicidade das armadilhas.

Por isso, o processo deve ser repetido até que a infestação esteja controlada, ou melhor, for eliminada por completo.

 

Mapeamento da área desratizada

Por último, é realizado o processo de mapeamento da área desratizada, para garantir que todos os roedores tenham sido eliminados de maneira eficiente e segura.

Sendo assim, o ambiente é avaliado, analisando os sinais de infestação e todos os detalhes que possam indicar a presença dos roedores.

Nesse sentido, se o processo correu bem, o tratamento passa a ser preventivo, para garantir que não haja a reincidência da infestação.

Para solicitar orçamento CLIQUE AQUI!

Siga a Protec no Facebook CLICANDO AQUI e fique ligado em nossas novidades e promoções.

 

Conclusão

É possível perceber que a desratização é muito mais simples do que se imagina, desde que seja realizada por uma empresa especializada, que aplicará o método mais efetivo para a sua necessidade.

Por isso, é importante que você busque empresas que sejam referência no mercado, para assim realizar o procedimento de forma efetiva.